Inverno 2024 na Serra da Mantiqueira começa cheio de novidades em passeios, hotelaria e gastronomia!

Inverno 2024 na Serra da Mantiqueira começa cheio de novidades em passeios, hotelaria e gastronomia!

Entre as diversas novas atrações desta temporada de inverno, vale destacar a abertura do Parque Bambuí, o hotel Botanique recuperando a proposta e os padrões da época de sua inauguração e o enoturismo na Vinícola Ferreira, agora com rótulos premiados na Europa

Todo ano é a mesma coisa: o inverno chega e, em um movimento inverso, os paulistanos sobem a serra. Começa este mês a temporada 2024 nas cidades que compõem a Serra da Mantiqueira, que sempre preparam novidades para os visitantes da vez. Entre elas, destaque para um novo parque, uma vinícola premiada que se abre para o público e um hotel fabuloso que acaba de ganhar novo fôlego.

Depois de uma mal-sucedida parceria com o grupo Six Senses, o Botanique está sob nova direção, resgatando a coerência e a excelência que marcaram os primeiros anos do empreendimento, inaugurado há pouco mais e uma década. Com apenas sete apartamentos e 13 lindas vilas privativas espalhadas pela exuberante vegetação, o hotel oferece uma experiência de luxo única, baseada no bem-estar, na conexão com a natureza e em uma gastronomia inspirada pelas tradições locais – tudo em elegantes ambientes decorados sem excessos e sem emular chalés alpinos.

 

A fachada do Hotel Botanique Experience – foto divulgação

 

O restaurante Mina agora é comandado pelo chef Cristóvão Duque, que aprimorou seu talento na École de Cuisine Alain Ducasse e trabalhou em uma cozinha estrelada na Borgonha. Não deixe de provar seu wellington de mignon suíno servido com pêssegos assados e seu magret de pato acompanhado de purê de maçã.

O spa ganhou um deck com vista para as montanhas e novos tratamentos, como a massagem inspirada em movimentos de cura indígenas. Outra boa novidade é o bar que agora ocupa o lugar onde funcionava o cinema. O local é perfeito para tomar um drinque observando as estrelas do céu e para curtir os shows de jazz que animam as noites de sábado.

 

Salão do restaurante Mina, no Botanique – foto divulgação

 

Rebatizado como Hotel Botanique Experience, essa referência da hospitalidade nacional fica dentro de uma reserva de Mata Atlântica de Altitude com 1,2 milhão de metros quadrados, a 20 km do centrinho de Campos do Jordão e a apenas 8 km de Santo Antônio do Pinhal. As diárias variam de R$ 2.500 a R$ 6.000, mas a “entrega” justifica cada centavo desembolsado.

Ali perto, também na entrada de Campos para quem vem de São Paulo, foi inaugurado no final do ano passado o Parque Bambuí, um complexo de lazer que fica próximo do Hotel Toriba – e pertence aos mesmos donos. São 336 mil metros quadrados de área verde, com três lagos, uma Maria-Fumaça de 1920 ainda em operação, várias obras de arte espalhadas pelo bosque, um bar da cervejaria artesanal e um restaurante. O bar é tocado pelo pessoal da Gård (fazenda, em dinamarquês), que serve ali quatro de suas brejas – a bohemian pilsner, a wheat, a IPA e a escura Tmavé. Para beliscar, as melhores opções são o choripán e a currywurst.

 

Vista do lago do Parque Bambuí – foto divulgação

 

Já o restaurante Casa Bambuí é comandado por Anouk Migotto, conhecida por seu trabalho à frente do Donna Pinha, de Santo Antônio do Pinhal. Com um menu inspirado nos sabores da Mantiqueira e ingredientes locais, ela aposta em receitas como o Faux Gras (versão vegana do foie gras, feita com cogumelos, pinhões e lentilhas) e o cordeiro com aligot. Na hora da sobremesa, não deixe de provar o souflée de frutas vermelhas.

Entre as obras de arte do parque está a impactante escultura “Voo dos Pássaros”, criada pelo artista visual Eduardo Srur com mais de mil gaiolas apreendidas pela Polícia Federal em operações contra o tráfico de animais silvestres.

 

A escultura do artista plástico Eduardo Srur instalada no Parque Bambuí – foto divulgação

 

Mais distante, ali para os lados da Pedra do Baú e do projeto EntreVilas, já no município de Piranguçu (no estado de Minas Gerais), funciona a Vinícola Ferreira. O caminho até lá não é para qualquer carro, mas o que se vê ao chegar é algo impressionante: dezenas de hectares com vinhedos cobertos (para proteger as videiras das chuvas) e uma imponente construção onde as uvas são vinificadas, engarrafadas e armazenadas até o ponto ideal.

Recentemente, o Piquant Soléil, elaborado unicamente com uvas syrah, faturou em 2023 uma medalha de ouro na competição organizada pela revista britânica “Decanter”. Cada garrafa deste rótulo custa R$ 450. Outro rótulo cobiçado da vinícola é o São Bernardo, feito com um blend de uvas cabernet sauvignon, cabernet franc, marsellan, petit verdot e syrah. Com preço na faixa dos R$ 300 e ele ganhou em 2022 uma medalha de prata na PWC (Paris Wine Cup). O rosé Lavande de Montagne e o branco Fumé Blanche também surpreendem pelo equilíbrio e pela complexidade aromática. São, sem dúvida, os melhores vinhos produzidos nessa porção da Mantiqueira.

 

Os vinhedos da vinícola Ferreira – foto divulgação

 

Para degustá-los de maneira apropriada, a vinícola abriga o restaurante Mesa de Pedra, com cozinha comandada pelo jovem e promissor chef Gabriel Oliveira e com a simpática sommelière Tábata no salão, solucionando dúvidas e indicando as melhores opções aos clientes. Vale muito a pena provar o rigatoni em ragu de linguiça e a sensacional truta empanada no fubá, servida com arroz negro cremoso e farofa de pinhão.

Hotel Botanique Experience
Rua Elídio Gonçalves da Silva, 4.000, Campos do Jordão (SP).
Tel. 12 3662-5800.

Vinícola Ferreira
Rodovia MG383, km 2, Piranguçu (MG).
Tel. 11 95027-3808.

Parque Bambuí
Rua Fausi Rachid, 871, Campos do Jordão (SP).
Tel. 12 99632-8449.
Ingressos a R$ 40.

Revista Online: junho 2024 – ed. 173 – RJ

Revista Online: junho 2024 – ed. 173 – RJ

Revista Online: junho 2024 – ed. 173 – SP

Revista Online: junho 2024 – ed. 173 – SP

Restaurante português Tasca Miúda, no Leblon, oferece uma promoção diferente a cada dia

Restaurante português Tasca Miúda, no Leblon, oferece uma promoção diferente a cada dia

De segunda a quinta, a Tasca Miúda oferece uma atração diferente a cada dia, incluindo pratos de bacalhau, arrozes, coquetéis e taças de vinhos

No descontraído restaurante português Tasca Miúda, de segunda a quinta, a agenda semanal tem uma promoção diferente a cada dia. Ela começa com as Segundas Bacalhudas, com opções a R$ 59, incluindo arroz gratinado de bacalhau com farofa de pão e natas, o Bacalhau à Brás (em lascas, com cebolas, batata palha, ovo cremoso e azeitonas pretas) e o spaghetti Carbonara de bacalhau, com molho de ovos, parmesão e bacon. Nas Terças dos Arrozes, tem arroz caldoso de pato, arroz malandrinho com camarões e arroz de polvinhos. Às Quartas Alegrinhas tem drinques especiais a R$ 19, incluindo caipirinhas, Porto Tonics, Fitzgeralds, Negronis ou Aperol Spritz. Por fim, nas Quintas Dobradas, quem pede uma taça de vinho leva duas – promoção que vale tanto para os brancos quanto para os tintos.

 

Bacalhau à Brás – foto divulgação

 

Tasca Miúda
Rua Humberto de Campos, 827, loja B, Leblon.
Tel. 21 3518-0810.

Revista Online: maio 2024 – ed. 172 – RJ

Revista Online: maio 2024 – ed. 172 – RJ