Revista Online: fevereiro 2024 – ed. 169 – RJ

Revista Online: fevereiro 2024 – ed. 169 – RJ

Revista Online: fevereiro 2024 – ed. 169 – SP

Revista Online: fevereiro 2024 – ed. 169 – SP

Revista Online: janeiro 2024 – ed. 168 – RJ

Revista Online: janeiro 2024 – ed. 168 – RJ

Revista Online: janeiro 2024 – ed. 168 – SP

Revista Online: janeiro 2024 – ed. 168 – SP

Roteiros de bicicleta pelos cinco cantos da capital paulista para curtir o fim de ano

Roteiros de bicicleta pelos cinco cantos da capital paulista para curtir o fim de ano

Bicicleta é bom o ano todo, mas nesse finalzinho fica melhor ainda, já que o clima é convidativo para passeios sentindo o frescor do vento no rosto. Veja a seguir sugestões de roteiros pelos cinco cantos da capital

Zona Sul
Acessar o Parque do Ibirapuera de bicicleta é fácil, pois há boas ciclovias para quem vem da Avenida Paulista, da Vila Mariana ou mesmo da Zona Oeste, como o Parque Villa-Lobos com a ciclovia da Faria Lima. Dentro do parque há uma ciclovia que passa por marcos da arquitetura de Oscar Niemeyer como a Marquise, o pavilhão da Bienal, a Oca, o Auditório Ibirapuera, o MAM e o Museu AfroBrasil.
Pedale também: até a Paulista, aproveitando aos domingos e feriados o programa Ruas Abertas, que funciona igualmente no bairro da Liberdade.

Zona Oeste
Um rolê bacana na Vila Madalena é o colorido Beco do Batman. Fechado à circulação de carros, o lugar é uma verdadeira exposição a céu aberto, com grafites que vêm sendo constantemente renovados pelos próprios artistas. No entorno pontilhado de cafés e bares, é possível fazer gostosas pausas nesse passeio que já virou atração turística em São Paulo.
Pedale também: até a Galeria Parede Viva, no We Sampa, na Barra Funda, para conhecer a exposição “Resíduos Mundanos” do artivista Mundano, fundador do Pimp My Carroça e do app Cataki. E se delicie na adorável Praça Benedito Calixto, que reúne aos sábados uma feira de antiguidades e ótimos quitutes.

 

foto Lucas Ninno | iStockphoto

 

Zona Leste
O Parque do Carmo é perfeito para longos passeios de bicicleta, uma vez que oferece vários atrativos em seus bosques, trilhas e jardins. Vale visitar o Museu do Carmo, perto do Bosque da Leitura, e aproveitar os caminhos que circundam os lagos. Localizado na área da antiga fazenda do empresário Oscar Americano, ele sedia em agosto a tradicional Festa das Cerejeiras para comemorar o florir da árvore-símbolo do Japão.
Pedale também: dentro do Parque Ecológico do Tietê, que tem uma ciclovia de 11 km, que vai da Penha a São Miguel Paulista.

Zona Norte
A região é bem representada pela ciclovia da Avenida Braz Leme, em Santana, que vai até a Ponte da Casa Verde em direção ao Centro e também liga os bairros da Freguesia do Ó e Limão. Aos domingos e feriados, a Ciclofaixa de Lazer (das 7h às 16h), acessa três lugares de destaque na Zona Norte: o Parque da Juventude, que tem em seu interior a Biblioteca de São Paulo; o Sesc Santana; e o Parque do Trote, na divisa com o município de Guarulhos.
Pedale também: até o CTN, Centro de Tradições Nordestinas, no Jardim Pereira Leite, que celebra a cultura e a gastronomia do Nordeste.

Zona Central
No coração da cidade, a ciclovia da Paulista vai da Rua da Consolação até o viaduto da Rua Treze de Maio, possibilitando vários passeios bacanas, enquanto aos domingos e feriados a Ciclofaixa de Lazer une a Rua da Consolação até a Praça Oswaldo Cruz. Ela passa pela Praça Roosevelt, Theatro Municipal, Mosteiro de São Bento, Pinacoteca, Pátio do Colégio e vários outros símbolos paulistanos.
Pedale também: até o Minhocão, via expressa que liga a Zona Oeste ao Centro. Aos finais de semana, fica fechado para veículos e é um dos programas mais interessantes da região central, onde se vê a cidade e as pessoas sob uma outra ótica.