fbpx
logo
logo

Conexão Estratégica: Presença online na pandemia

por | abr 9, 2021 | Entrevista, Negócios | 0 Comentários

Neste momento de distanciamento social, micro e pequenas empresas investem no reforço de sua presença online.

Se a ideia de empreender na internet era apenas uma possibilidade, em 2020 ela se tornou praticamente uma exigência do mercado. Com o fechamento de lojas físicas de comércios e serviços, a reinvenção online foi o caminho para empreendimentos se manterem na ativa. Segundo o Índice de Transformação Digital da Dell Technologies 2020, cerca de 87,5% das empresas instaladas no Brasil desenvolveram pelo menos uma iniciativa voltada à transformação digital no ano passado. Essa demanda é aindapr mais urgente para os donos de micro e pequenas empresas.

Em junho de 2020, 50% dos pequenos empresários brasileiros venderam seus produtos e serviços online pela primeira vez por causa da pandemia. Foi o que apontou a pesquisa “Visa Back To Business Study – 2021 Outlook”. Não à toa, cresceu o interesse em cursos de formação com foco em imersão digital. A adesão aos workshops virtuais oferecidos pelo Sebrae alcançou a marca histórica de 2 milhões de inscritos nos últimos meses. A maior procura foi por conteúdos sobre Marketing Digital e gestão financeira.

 

Sandra Turchi | Foto: Divulgação
  • Save

Sandra Turchi | Foto: Divulgação

 

Para Sandra Turchi, especialista em transformação digital e coordenadora do curso de Marketing Digital da ESPM, o online não é uma tendência, mas uma realidade. “Nós estamos vivendo a transição para a internet há mais de 25 anos no Brasil, por isso as empresas que ainda não se inseriram nessa lógica já saem perdendo”, comenta.

Aos microempresários, Turchi aconselha não se intimidar pelas grandes empresas. “Se você fizer um bom trabalho, a sua empresa pode aparecer até em pé de igualdade com uma grande companhia que não tem uma presença digital tão estratégica”, explica. Quanto ao futuro, ela pontua: “O digital age na retaguarda, conectando sua empresa a outras. Na época pós-Covid, a inserção digital se tornou uma obrigação”. Conheça cases:

 

Óculos da Zerezes | Foto - Divulgação
  • Save

Óculos da Zerezes | Foto – Divulgação

 

Ótica à distância

“Migramos tudo para o digital, desde o controle do estoque até a venda em si”, conta Rodrigo Latini, sócio-fundador e CEO da ótica Zerezes. A start-up de óculos fundada em 2012 viu o e-commerce crescer 400% em 2020. “Nós sabemos que escolher uma lente de grau é um processo demorado, então simplificamos a compra em três cliques. Os únicos passos são escolher a lente, selecionar o grau e finalizar o pedido”, explica Latini. São 80 dias de prazo para teste e devolução, e o frete ainda é grátis.

 

Acompanhamento da Person@ll | Foto - Divulgação
  • Save

Acompanhamento da Person@ll | Foto – Divulgação

 

Fisioterapia virtual

“Com a pandemia, nosso público, que era idoso, não tinha como sair de casa, mas também não podia parar o tratamento. Então fechamos nossa academia em Fortaleza e migramos 100% para o digital”, afirma Helder Montenegro, fisioterapeuta e gestor da Person@ll. Hoje, a plataforma de teleatendimento oferece salas online e material de treinamento didático a fisioterapeutas franqueados de todo o país. Para Helder, a franquia é promessa para o futuro. “O teleatendimento abre caminho para uma medicina social. Graças a ela, a saúde pode chegar aos locais mais remotos e inimagináveis, e alcançar cada vez mais pessoas”, diz.

Festa por delivery

Basta uma ligação para receber em casa um kit contendo todos os itens essenciais para uma pequena festa. Tudo cabe dentro de uma caixa. “Com o setor de eventos parado, a saída foram as comemorações em casa”, explica Juliana Rodighero, que está à frente da empresa de decoração de eventos Jeito Único. O serviço começou em abril de 2020. Todo o processo é virtual, desde a contratação da festa até o pagamento, em bancos digitais. “Eu desenho o projeto do zero a partir de fotos que os clientes me mandam pelo Whatsapp. É assim que eu conheço o espaço que tenho para trabalhar, já que não posso visitá-lo”, explica.

 

Ilustração: Getty Images
  • Save

Ilustração: Getty Images

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap