Mercado pet dispara no Brasil, incentivando o empreendedorismo e a inovação

por | dez 2, 2021 | Eventos, Lifestyle, Luxo, Negócios, Noticias | 0 Comentários

Até o dia 2 deste mês de dezembro, o São Paulo Expo recebe mais uma edição da Pet South America, que reúne mais de 200 expositores, mais de 20 mil visitantes e apresenta o que há de mais moderno e relevante nas áreas de nutrição animal, cuidados veterinários, serviços e pet care. Os stands ocupam 30 mil metros quadrados, que são o palco para a realização de expressivos negócios.

A força deste evento é só mais uma evidência da maturidade do mercado brasileiro de produtos pet, o sétimo maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (1º), da China (2º), do Reino Unido (3º), da Alemanha (4º), do Japão (5º) e da França (6º). Tradicionalmente, o Brasil sempre fez parte do Top 3 no ranking dos maiores mercados mundiais, mas em 2020 despencou por causa da desvalorização do real perante o dólar. As informações são da Euromonitor International. O mercado pet brasileiro fechou o ano passado com um faturamento total de R$ 40,8 bilhões, segundo estimativa do Instituto Pet Brasil, entidade que nasceu em 2013 para estimular o desenvolvimento e a profissionalização de toda a cadeia do setor Pet, incentivando o empreendedorismo e a inovação. Mesmo com a pandemia – e talvez até por conta dela – o crescimento em relação a 2019 foi de 15,5% no faturamento. E, enquanto a economia segue patinando nessa confusa e claudicante retomada, a expectativa é que o faturamento do segmento chegue a R$ 49,9 bilhões em 2021, com crescimento de 22% sobre 2020.

 

FOTOS DIVULGAÇÃO

 

O setor vai tão bem que já começam a aparecer empresas dedicadas a atender as demandas de nichos e “consumidores” com necessidades bem específicas. São Paulo, por exemplo, tem clínicas de acupuntura, salões de beleza com profissionais especializados em corte diferenciados, hotéis com piscina e brinquedos para os “hóspedes”, joalherias que criam acessórios em ouro etc.

Outra iniciativa de empresários do mercado pet que vem chamando a atenção neste fim de ano é o novo espaço inaugurado pela Zee Dog, pet-tech que em 2020 recebeu um aporte de R$ 100 milhões da gestora de ativos TreeCorp Investimentos. Instalado em um casarão com quatro pavimentos no coração do Jardim América, na elegante Alameda Gabriel Monteiro da Silva, o Zee Dog Temple parece uma moderna boutique de luxo.

Os carros-chefes da marca são as guias, as coleiras e os peitorais com design arrojado e matérias-primas de alta tecnologia. Mas a loja também tem brinquedos, comedouros, camas de espuma viscoelástica e comidas – a expectativa é que a divisão Zee Dog Kitchen (que surgiu após a aquisição da Eleven Chimps e é especializada em alimentos elaborados com ingredientes naturais e sem conservantes) fature R$ 500 milhões por ano a partir de 2025.

 

Ambiente no andar térreo da Zee Dog Temple, no Jardim América | FOTOS DIVULGAÇÃO

 

 

 

0 Shares

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link