fbpx
logo
logo

Dinossauros são as novas atrações de Itatiba

por | abr 16, 2021 | Cultura, Exposições, Passeios, Turismo | 0 Comentários

Além de abrigar e expor mais de 1.200 animais, de 180 espécies, o Zooparque agora tem também um museu de História Natural, com réplicas em tamanho natural de criaturas pré-históricas.

Em meio a 500 mil metros quadrados de área verde, o Zooparque Itatiba é o maior zoológico particular do Brasil. Localizado a 89 km da capital e a 40 km do centro de Campinas, a instituição foi criada há pouco mais de 20 anos, quando dois empresários europeus decidiram montar um criadouro conservacionista. O espaço abriga mais de 1.200 animais de 180 espécies, incluindo pássaros, mamíferos e répteis, sendo que algumas delas estão ameaçadas de extinção – como o mico-leão de cara dourada, a arara azul grande, as girafas de Rothschild e os rinocerontes brancos africanos.

O Zooparque recebe muitos animais do Ibama, que infelizmente não podem mais voltar aos seus habitats naturais. Lá eles são acolhidos e muito bem cuidados – alguns até conseguem se reproduzir, como as girafas. Seu viveiro de aves possui mais de 1.400 m2, e nele é possível caminhar entre 500 pássaros – incluindo águias e tucanos.

No final de 2020, o Zooparque ganhou uma nova atração que tornou ainda mais interessantes as visitas às suas dependências: foi inaugurado ali o maior museu de História Natural da América Latina, com uma mostra intitulada “Viagem Pela Evolução e Biodiversidade do Mundo”. Contando a história da adaptação dos animais e dos humanos no planeta Terra, a exposição ocupa uma estrutura de 2.400 m2 e reúne réplicas em tamanho natural de mamutes, preguiças-gigantes e enormes répteis da Pré-História, incluindo espécies de dinossauros que só existiram aqui no Brasil.

O museu foi concebido em parceria com o Evolutions Museum Schmiding, da cidade austríaca de Krenglbach. Todos os fósseis e réplicas de animais em exibição são devidamente catalogadas e possuem placas informativas. Para quem for passar o dia no local, o Zooparque disponibiliza aos visitantes um restaurante com refeições em sistema self-service e mais duas lanchonetes – uma delas estrategicamente posicionada em frente ao recinto dedicado aos elefantes, aos hipopótamos e aos búfalos. Lá, dá para saborear um sorvete, uma minipizza, um pastel ou sanduíches recheados com as tradicionais linguiças de Bragança. Mas contenha-se: é proibido alimentar os animais!

Além de divertir, um tour pelo zoológico e ao museu colabora na educação da garotada e na conscientização sobre a preservação da natureza e sobre a importância das questões ambientais na sobrevivência da espécie humana.

 

Foto - Divulgação
  • Save

Foto – Divulgação

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap