A procura por táxis-aéreos e voos fretados em jatinhos executivos dispara no Brasil

por | jan 31, 2022 | Aviação, Coluna, Negócios, Noticias, Viagens | 0 Comentários

Viajantes que não se importam em pagar (muito) mais para evitar muvucas nos aeroportos fazem disparar a demanda por voos fretados para destinos como Angra, Trancoso, Jeri e Punta

O Réveillon de 2021/2022 causou um problema inédito no Brasil: a procura por táxis-aéreos e voos fretados em jatinhos executivos disparou no país, a ponto de deixar alguns passageiros no chão. Na Líder Táxi Aéreo, a mais tradicional empresa do setor, a demanda teve alta de 15% em 2021, e na Tam Aviação Executiva o número de fretamentos cresceu 60% em relação à média pré-pandemia.

Já na Flapper, conhecida como “a Uber dos jatinhos”, a busca por voos e assentos cresceu simplesmente 300% em 2021, na comparação com 2019. Alguns pedidos para Salvador, Morro de São Paulo e Barra Grande tiveram de ser recusados por falta de aeronaves disponíveis para cumprir a rota. Em aeroportos de outros points badalados de verão, o que se viu foi um movimento sem igual. Quem passou por Trancoso, Angra, Jericoacoara e Punta del Este pode vivenciar esse raro fenômeno.

 

Foto Divulgação

 

O aumento na procura por voos privativos se deveu em boa parte à pandemia, pois muita gente quer viajar, tem o dinheiro e o tempo necessários para fazê-lo, mas ainda sente insegurança na hora de encarar as inevitáveis e estressantes filas nos aeroportos e não se importa em pagar mais para ter uma viagem com mais privacidade e conforto.

Quer saber quanto significa “pagar mais”? Na Flapper, fretar um jato Embraer Phenom 300 com capacidade para nove passageiros de São Paulo para Trancoso custa R$ 77 mil. Do Rio para Jericoacoara, o fretamento de um Beechcraft King Air C90, com seis lugares, sai por R$ 117 mil. E a viagem de Belo Horizonte a Búzios, a bordo de um Cessna Caravan Grand com espaço para nove passageiros, pode ser contratada por R$ 18 mil.

Mas há também opções mais acessíveis. Na mesma Flapper, dá para conseguir um lugar num voo de São Paulo para Angra por apenas R$ 500.

 

Radar

Show do milhão
O Aeroporto Internacional de Viracopos superou a marca dos 10 milhões de passageiros em 2021 e registrou um aumento de 49,7% em seu movimento, em comparação a 2020. No ano passado, embarcaram ou desembarcaram pelo terminal 10.045.361 passageiros. A perspectiva é que esse número seja ainda maior, com a retomada a todo vapor dos voos internacionais e a contínua expansão das rotas domésticas.

Rio-Bavária
A partir do fim de março, os voos da Lufthansa partindo do Rio de Janeiro rumo à Alemanha passarão a ter um novo destino: Munique, e não mais Frankfurt. A troca pode parecer ruim a princípio, mas na verdade é um upgrade. O aeroporto Franz Josef Strauss, o hub da empresa na Baviera, é o único cinco estrelas da Europa, de acordo com a consultoria de aviação Skytrax. E os cinco voos semanais dessa rota serão operados pelo moderno, sustentável e ultra-confortável Airbus 350-900.

Variante delta
Na companhia aérea norte-americana Delta Airlines, 8 mil pilotos e comissários de bordo foram afastados por causa da Covid na virada de 2021 para 2022. Esse total representou 11% do total de 75 mil funcionários da empresa, que teve de cancelar milhares de voos no auge da temporada de festas. Na concorrente United Airlines, 3 mil dos 75 mil funcionários testaram positivo, causando o cancelamento de mais outros milhares de voos.

0 Shares

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link