fbpx
logo
logo

Com a disparada do dólar e a procura por passagens aéreas, preços médios dos bilhetes sobem quase 60%

por | nov 4, 2021 | Aviação, Congonhas, Lifestyle, Mobilidade, Negócios, Turismo, Viagens | 0 Comentários

Com o fim da quarentena e com o avanço da vacinação, os brasileiros estão fazendo disparar a procura por voos domésticos e internacionais, mas a maior parte das companhias aéreas ainda não está operando todas as rotas e com frequências do período pré-pandemia. Como resultado desse descompasso entre demanda e oferta, os preços das passagens aéreas simplesmente dispararam.

Nos últimos doze meses, os preços médios dos bilhetes aéreos subiram 57%! E essa escalada ainda deve continuar, pois não é só a alta procura por viagens que está levando os preços dos bilhetes para as alturas. Como, segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), 51% dos custos das empresas aéreas são atrelados ao dólar e o (des)governo brasileiro só toma atitudes que provocam a desvalorização do real ante a moeda norte-americana, a tendência é que a situação fique ainda pior no curto/médio prazo.

Todos os contratos de aluguel de aviões são feitos em dólar, todas as operações feitas fora do país são pagas em moeda estrangeira, o combustível segue preços balizados internacionalmente. Nesse último ano, o preço do querosene de aviação (QAV) subiu 91,7%! Como manter os preços inalterados, se esse combustível representa mais de 30% do custo total de um voo?

Por isso, fique esperto e acompanhe os preços daquela viagem com a qual você anda sonhando. E torça para que, na Black Friday, no próximo dia 26, as passagens para esse destino dos seus sonhos apareça com uma convidativa tarifa promocional ou pelo menos com uma considerável baixa em relação ao que vem sendo cobrado normalmente. Infelizmente é só isso o que resta a nós, passageiros: rezar.

 

  • Save

Foto Divulgação | Passagens aéreas

 

Radar

Abrindo
Mais dois países reabrem suas fronteiras para brasileiros. A partir do dia 1º de novembro, não precisaremos mais cumprir quarentena ao chegarmos ao Chile. No Reino Unido, brasileiros 100% vacinados também estão dispensados desse período de isolamento. Por causa disso, a Latam volta a conectar o Brasil à Inglaterra com quatro frequências semanais operadas por Boeings 777 a partir de 2 de dezembro. Já a British Airways reativa a rota entre São Paulo e Londres na sexta-feira, 10 de dezembro, já com voos diários, operados por um moderno Airbus A350-1000.

Fechando
O México voltará a exigir dos brasileiros um visto para entrar no país. Essa decisão foi tomada devido à explosão do número de migrantes procedentes do Brasil a fim de cruzar a fronteira mexicana e ingressar nos Estados Unidos clandestinamente. Serão barrados viajantes cujo perfil não se ajuste ao de turista ou de pessoas em viagem de negócios. Só nos últimos meses, 46 mil brasileiros foram deportados pelo governo norte-americano.

Novidade em CGH
A partir do dia 16 deste mês, a Itapemirim estará presente no aeroporto de Congonhas. Serão 12 slots diários (seis pousos e seis decolagens) e a 1ª rota a ser operada será a ligação entre Congonhas e Galeão (Rio), de onde saem voos para as outras cidades conectadas pela empresa, como Brasília, BH, Fortaleza, Florianópolis, Maceió, Natal e Recife.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap