Conheça os poucos, mas imperdíveis restaurantes paulistanos especializados em frutos do mar

por | set 22, 2021 | Coluna, Comida & Bebida | 0 Comentários

Restaurantes levam o mar à mesa, com bom atendimento e frutos do mar fresquinhos!

Mesmo São Paulo sendo reconhecida internacionalmente como uma das capitais mundiais da gastronomia, não podemos negar que o paulistano tem larga preferência por churrasco e pela comida italiana. Quando se pensa em peixe e frutos do mar, apesar de termos um litoral fabuloso bem pertinho, a verdade é que pouquíssimos restaurantes se dedicam exclusivamente a esses produtos. 

É claro que essa afirmação não leva em conta os excelentes restaurantes japoneses que fazem da capital paulista uma das cidades mais respeitada nessa categoria. Também não levo em consideração, aqui, os ótimos restaurantes portugueses, porque bacalhau não é exatamente um peixe fresco. 

Com isso sobram pouquíssimas opções de casas que oferecem o leque todo desses produtos maravilhosos vindos do nosso oceano Atlântico. Para mim, são apenas dois: o Rufino’s e o Amadeus. Estou falando de dois restaurantes que utilizam produtos frescos de primeiríssima qualidade e com cozinhas de nível indiscutível. 

O Amadeus é um esmero na execução desde o couvert até os clássicos do mar, especialmente os camarões. Também é conhecido por ter o melhor cuscuz de camarão e a melhor moqueca (e a mais cara) da cidade. A carta de vinhos é ampla, porém salgada. 

 

Peixe ao forno do Rufino's - Foto: Divulgação

Peixe ao forno do Rufino’s – Foto: Divulgação

 

Já o Rufino’s é o que um restaurante de frutos do mar deve ser. Couvert, entradas, peixes e crustáceos ao forno ou grelhados, tudo é “comme il faut”. As ostras vêm do tamanho de preferência e perfeitamente abertas, preservando o sabor do mar. Ali, você pode ir do espaguete ao vôngole até a tamarutaca (tipo de lagosta de duas caldas que vem do litoral de Pernambuco), passando por todas as receitas clássicas de camarão (gigantes) e de lagosta, de apenas grelhada à thermidor. O serviço também é um dos melhores da cidade e basta pedir ao garçom o peixe mais fresco do dia para você optar por um excelente robalo ou uma pescada cambucu.  

Aliás, o Rufino’s é o único restaurante que traz o peixe inteiro na mesa, seja grelhado ou ao forno com legumes. E o cliente ainda escolhe o tamanho do peixe que quer comer. Como a matriz é no Guarujá, eles mesmos são responsáveis pela pesca dos peixes e mariscos. Um verdadeiro luxo! 

E, como o único ingrediente do mar que circula pelos cardápios de vários tipos de restaurantes da cidade como unanimidade é o polvo, seja como entrada ou prato principal, vale conhecer as versões da Adega Santiago, do Tanit, do Fuentes, do El Carbon, do Torero Valese e do Museo Veronica. 

Finalizo com uma sugestão essencial para quem gosta de cozinhar e de escolher o produto que vai preparar, é imperdível o espetáculo da feira de peixes no Ceasa de terça-feira, quinta-feira e sábados, das 1:00 às 6:00 da manhã. Para quem prefere o horário comercial convencional, não poderia deixar de citar a peixaria mais top da cidade, a Ocean Six, em Moema. 

0 Shares

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link