fbpx
logo
logo

O futuro (ou presente) da hospedagem

por | jun 29, 2020 | Hospedagem, Turismo | 0 Comentários

Existem poucas coisas melhores do que viajar. Mais do que nunca, sabemos disso. Em tempos de pandemia, as incertezas atravessaram em cheio o turismo, paralisando as atividades de hotéis em todo o país e mundo afora, adiando planos de viagens e deixando turistas saudosos. Mas tudo indica que, aos poucos e com cautela, o setor começa a retomar o fôlego, e o desejo de se hospedar em um lugar tranquilo está próximo de se realizar. 

Confira as expectativas para a volta e as medidas de segurança que grandes redes já começam a colocar em ação: 

Accor

“Dos 321 hotéis que temos no Brasil, cerca de 80% foram fechados na pandemia. Agora estamos iniciando as reaberturas”, conta Patrick Mendes, CEO Accor América do Sul.  Ele vê que a saída será pelo turismo doméstico e, pelas características do Brasil, em que 95% dos turistas já são brasileiros, existe uma boa oportunidade. “Temos cerca de 400 hotéis na China, que ficaram fechados por seis a sete semanas. A reabertura aconteceu de forma positiva. A demanda é comercial, de visitas familiares e lazer”. 

Patrick analisa que o momento atual despertou a busca pelo bem-estar. “É bem provável que o primeiro impulso, após tanto tempo dentro de casa, seja buscar destinos e experiências de integração com a natureza, incluindo caminhadas, aventura e praias próximas”, pontua.

A Accor lançou o “Guia da Retomada” com 150 novos protocolos, cujo objetivo é assegurar o seguimento de novas medidas nos hotéis, garantindo a saúde de todos. Como a disponibilização de álcool em gel nas áreas públicas; distanciamento social em todas as áreas comuns; limpeza de maçanetas, portas, gavetas, carimbos e carrinhos a cada hora; e o uso da máscara.  

Nesse novo normal, a rede também remodelou quartos em São Paulo para atrair o público que precisa de um local para trabalhar durante o “Home Office”, ou melhor, o “Room-Office”. “No lugar de uma cama, o cliente encontra mesas, cadeiras, sofá, além de internet de alta velocidade, frigobar, água, chá e café, tudo em um período de uso das 8h às 20h. Além disso, alguns hotéis também oferecem equipamentos para reuniões online”.   

 

  • Save

Accor – Room-Office – Foto: Tadeu Brunelli

Grand Hyatt 

Os turistas precisam se sentir seguros para que possam retomar suas atividades com tranquilidade. “A confiança na marca e nos processos será essencial para a tomada de decisão. Além disso, o oferecimento de espaços ao ar livre e flexibilidade dos pacotes também serão fatores importantes”, reforça Laurent Ebzant, Gerente geral do Grand Hyatt Rio de Janeiro.  

Além das medidas de higienização, a rede aposta na digitalização com o uso de menus online para restaurantes e serviço de quarto, acessíveis por QR Code; check in online e Mobile Key, que permite a abertura de portas dos quartos pelo celular. A Grand Hyatt também criou o Painel Multidisciplinar de Especialistas e Profissionais do Setor de Saúde, um grupo de aconselhamento global sobre as medidas sanitárias para o turismo na retomada. 

 

  • Save

Grand Hyatt – Foto: Tadeu Brunelli

Martinhal 

Portugal conduziu bem a pandemia com o controle de infectados e poucas mortes, o que pode trazer bons frutos para o turismo no país, que representa cerca de 15% de seu PIB. “Acredito que será um dos destinos mais procurados da Europa e aqui em Portugal acredito que o Algarve estará em alta, onde o índice de infectados foi muito baixo, especialmente em Sagres, onde temos o Martinhal Sagres, em que não houve casos de Covid-19”, sinaliza Chitra Stern, fundadora do grupo Martinhal, rede de hotéis para a família em Portugal. 

O país foi o primeiro a criar o selo Clean & Safe na Europa, que atesta que hotéis e estabelecimentos estão aptos e seguros para receber turistas e clientes. “Nosso primeiro hotel abriu em 6 de junho e estamos seguindo rigorosamente as recomendações”.  

 

  • Save

E os navios?

A Norwegian Cruise Line usou a pausa para elaborar novos destinos e já inspira viagens mais ousadas no futuro 

“Os itinerários recém-anunciados para 2021 a 2023 foram projetados para proporcionar aos passageiros férias únicas”, diz Harry Sommer, presidente e diretor executivo da Norwegian Cruise Line. “Neste momento, estamos em nossos respectivos cantos do mundo sonhando acordados. Então, usamos esse tempo para oferecer aos passageiros os melhores de todos os itinerários. Navegaremos para mais de 20 novos destinos incríveis, incluindo Antártica, Groenlândia, Namíbia, África do Sul, Filipinas, Moçambique, Japão e Camboja.  

 

  • Save

Foto divulgação

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap