Duas poderosas marcas do segmento do turismo de luxo se instalam no Estado em 2021

por | jan 11, 2021 | Hospedagem, Turismo | 0 Comentários

O terreno que, por 90 anos, abrigou o Hospital Matarazzo (fechado desde 1993) na Rua São Carlos do Pinhal, deve finalmente receber em 2021 o complexo Cidade Matarazzo, que vai incluir o Hotel Rosewood São Paulo, poderosa marca do segmento do turismo de luxo.

 

Fachada do novo Rosewood São Paulo, na Cidade Matarazzo.

 

O hotel palácio e as residências serão instalados entre o edifício de 1943 totalmente restaurado – onde funcionava a Maternidade Matarazzo – e uma torre construída pelo vencedor do Prêmio Pritzker, Jean Nouvel. Serão 180 quartos, e todos os interiores terão assinatura do aclamado arquiteto e designer francês Philippe Starck. O lugar contará ainda com dois restaurantes, incluindo um localizado em uma varanda com vista para os Jardins, um bar e um salão de caviar.

 

Interior assinado pelo designer francês Philippe Starck

 

Para o lazer e bem-estar, haverá duas piscinas – sendo uma no terraço e outra entre jardins paisagísticos – e um grande spa, com 50 atividades em 6 mil metros quadrados. Os hóspedes do hotel também terão acesso a um estúdio de música, sala de cinema e lojas de grifes nacionais e internacionais.

Para Radha Arora, presidente da rede Rosewood, o hotel manterá o espírito brasileiro. “Seja no spa, com tratamentos 100% nacionais, ou na coleção de arte, criteriosamente selecionada para valorizar as obras de 57 artistas locais que representam a arte paulista”, conta. Uma das obras é da artista Sandra Cinto que, para a piscina na cobertura do hotel, pintou a mão azulejos com desenhos que homenageiam a flora e a fauna brasileira.

 

Interior assinado pelo designer francês Philippe Starck

 

E, a 180 km de São Paulo, em Campos do Jordão, a rede de hotéis de luxo Six Senses assume a administração de seu primeiro empreendimento na América do Sul, encravado na Serra da Mantiqueira, em meio a 283 hectares de Mata Atlântica de Altitude preservada.

Agora com a marca Six Senses, o conhecido Botanique Hotel – aberto em 2012 por Fernanda Ralston Semler, que sempre foi referência de luxo e hospitalidade – agora terá sete suítes principais com 60 a 90 metros quadrados, e 13 vilas privadas de 110 a 300 metros quadrados, todas cercadas por vegetação exuberante, garantindo a mais absoluta privacidade de seus hóspedes.

 

Botanique Hotel, em Campos do Jordão, agora adquirido pela rede de luxo Six Senses

 

Outras 14 vilas serão construídas de maneira modular, usando matérias-primas locais, de forma a minimizar o impacto na flora e fauna ao redor. Será possível ainda comprar uma das 37 residências da marca, e ter acesso a todas as instalações, comodidades e serviços do hotel.

O resort contará também com o Alchemy Bar, que servirá uma variedade de “bebidas vivas”, de probióticos caseiros a tônicos feitos com ingredientes locais, além de um menu de drinques tradicionais.

 

Botanique Hotel, em Campos do Jordão, agora adquirido pela rede de luxo Six Senses

 

Ao ar livre, haverá uma programação de exercícios, incluindo capoeira, trilhas para caminhadas e passeios a cavalo para explorar a mata nativa e observar a beleza ao redor.

O spa terá oito salas de tratamento, suítes de relaxamento, piscina de flutuação, banho de CO2 e sauna úmida de chuva tropical para uma série de terapias. Será um verdadeiro paraíso holístico com programação de bem-estar integrando ioga, desintoxicação e anti-envelhecimento, com previsão de lançamento ainda neste semestre.

 

 

0 Shares

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link