Parque Guinle, na Zona Sul do Rio, mistura passeio ao ar livre com construções históricas

Parque Guinle, na Zona Sul do Rio, mistura passeio ao ar livre com construções históricas

Localizado no bairro das Laranjeiras, o Parque Eduardo Guinle é um óasis em meio ao caos urbano do Rio de Janeiro

Para descanso em família e contemplação de um lindo paisagismo, o Parque Guinle, no bairro das Laranjeiras, dispõe de lago, alamedas, gramados, plantas tropicais e muita vida animal. O local é ideal para piqueniques, chás e reuniões, além de possuir espaços para recreação infantil. A área do parque constituía os jardins do palacete do banqueiro e industrial Eduardo Guinle, erguido na década de 1920 – projetados pelo paisagista francês Gérard Conchet. Quem caminha por ali avista ainda o Conjunto Residencial do Parque Guinle, do arquiteto e urbanista Lúcio Costa com intervenções pontuais feitas por Roberto Burle Marx, guardando nítidos traços modernistas aos prédios. Depois do passeio é possível ir à Galeria Condor, em frente à praça do Largo do Machado, próxima ao parque, onde está a Rotisseria Sírio Libanesa, restaurante que vende excelentes comidinhas e salgados árabes.

 

Foto divulgação - Parque Guinle

Foto divulgação – Parque Guinle

 

Endereço:
Rua Paulo César de Andrade, com entrada pela Rua Gago Coutinho, Laranjeiras.

A entrada do parque é gratuita. E o local é muito bem policiado, por ser da área da residência do Governador do Rio. Vale a pena conhecer!

Pousada Pegada da Onça garante hospedagem pet friendly em Tapiraí, interior de São Paulo

Pousada Pegada da Onça garante hospedagem pet friendly em Tapiraí, interior de São Paulo

Engana-se quem pensa que as opções de viagem nesta época do ano se resumem a longas horas na estrada e praias lotadas. À beira das principais rodovias que ligam a capital paulista ao litoral do estado, charmosas cidades garantem passeios igualmente refrescantes, que vão além do óbvio. A aproximadamente 135 km de São Paulo e 150 km de Campinas, a modesta Tapiraí – com pouco menos de 8 mil habitantes – é uma delas. Localizado na divisa da Região Metropolitana de Sorocaba com o Vale do Ribeira, o lugar ostenta uma paisagem natural de tirar o fôlego e atrai turistas pela exuberância de suas muitas cachoeiras.

 

Panorama e cachoeira particular da Pousada Pegada da Onça, em Tapiraí, um estabelecimento 100% pet friendly | FOTOS DIVULGAÇÃO

 

 

Ao todo, são 18 quedas d’água catalogadas no município – frutos do relevo acidentado dos contrafortes da Serra do Mar e da altitude de quase mil metros que caracteriza a região. A mais famosa delas, a Cachoeira do Chá (com seus 35 metros de queda de águas cristalinas), fica a 45 minutos do centro e pode ser facilmente acessada seguindo a pé ou de carro pela majestosa trilha do Rio das Corujas. Com 87% de seu território em áreas de Mata Atlântica preservada, a cidade – declarada em 1992 uma das Reservas da Biosfera pela Unesco – também abriga em sua fauna raridades como o muriqui-do-sul, maior primata das Américas, e a Maria-Leque-do-Sudeste, pássaro de crista colorida.

 

Panorama e cachoeira particular da Pousada Pegada da Onça, em Tapiraí, um estabelecimento 100% pet friendly | FOTOS DIVULGAÇÃO

 

Essas e outras maravilhas naturais podem servir de cenário para um bate-volta com toda a família. Mas se o desejo for por expandir as experiências na cidade em mais alguns dias, uma opção de hospedagem é a Pousada Pegada da Onça, a 20 minutos das principais cachoeiras de Tapiraí. O espaço, assim batizado por, em sua origem, servir de paisagem para animais silvestres, como antas, veados campeiros e, não raro, onças, reúne suítes de 55 m² e 65 m², equipadas com camas king size, lareira e ofurô. A decoração de cada um dos dez quartos mescla rusticidade a um toque de sofisticação e conforto.

Completamente integrada à natureza, a Pegada da Onça é 100% pet friendly. Os bichinhos podem dormir ao lado de seus tutores em caminhas já preparadas para eles no interior das suítes, circular livremente por toda a pousada, e, inclusive, dividir uma piscina natural de água fria com os humanos. Os hóspedes de quatro patas também são bem-vindos no casarão principal, onde funciona o restaurante. Além do café da manhã, servido à francesa até as 14h, o cardápio contempla opções de massas, frutos do mar, drinques e licores, que podem ser degustados diretamente nos quartos ou no salão comum.

 

Panorama e cachoeira particular da Pousada Pegada da Onça, em Tapiraí, um estabelecimento 100% pet friendly | FOTOS DIVULGAÇÃO

 

A pousada ainda conta com uma cachoeira particular, um salão de jogos, uma academia, saunas seca e úmida, um spa, um píer para embarque de passeios de pedalinho e barco pela represa da propriedade (atividades com custo adicional à diária), além um deck com espreguiçadeiras para momentos de relaxamento e contemplação em meio ao verde.

Hotel Villa Rossa é destino de esportes ao ar livre e eventos corporativos em meio à Mata Atlântica

Hotel Villa Rossa é destino de esportes ao ar livre e eventos corporativos em meio à Mata Atlântica

A apenas 40 minutos de São Paulo e uma hora e meia de Campinas, o Hotel Villa Rossa, em São Roque, tem arquitetura inspirada em vilas italianas, e garante esportes ao ar livre e relaxamento em acomodações privativas. Em meio a 350 mil m2 de Mata Atlântica, o local contou com uma consultoria da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein para controle dos protocolos sanitários.

 

vista aérea do hotel Villa Rossa, em São Roque - Foto: Divulgação

Vista aérea do hotel Villa Rossa, em São Roque – Foto: Divulgação

 

O Villa Rossa oferece hospedagens em apartamentos de até 70 m2, mas o descanso mais charmoso fica na Villa dos Lofts, que possui 18 acomodações desse tipo. Os Lofts de 110 m2 contam com lareira, piscina privativa e recebem até cinco pessoas. Por ali, é possível fazer as refeições no restaurante à la carte Siracusa, de gastronomia internacional. Fora da Villa, o hotel ainda disponibiliza outros cinco restaurantes, com buffet incluso na diária, além de três bares com adega climatizada.

 

Campo de golfe do Hotel Villa Rossa - Foto: Divulgação

Campo de golfe do Hotel Villa Rossa – Foto: Divulgação

 

Entre as opções de esportes e lazer ao ar livre, há caiaque, tirolesa, parede de escalada, campo de golfe, quadras de tênis e poliesportiva, campos de futebol e piscinas. Academia, spa e saunas completam as possibilidades de descompressão do estresse no hotel.

Para aqueles que planejam reuniões e encontros corporativos em breve, o local ainda tem seis salões, oito salas de apoio e o Anfiteatro Paulo Autran – um Auditório para 212 pessoas –, com uma equipe profissional do hotel à disposição para eventos, em 3.200 m2 destinados aos negócios no Villa Rossa.

O hotel fica na Rua Cora Coralina, 350, no bairro Vila Darcy Penteado, no município paulista de São Roque. O valor das diárias varia entre R$ 800,00 (nos apartamentos) e R$ 2.000,00 nos lofts. É possível fazer sua reserva através do site www.villarossa.com.br.

 

Inspirado nos jardins europeus, lavandário do interior de São Paulo atrai turistas com paisagem cheia de romantismo

Inspirado nos jardins europeus, lavandário do interior de São Paulo atrai turistas com paisagem cheia de romantismo

Famosos na região da Provença, no sudeste da França, os campos de lavanda não são exclusividade do visual europeu. Tapetes naturais igualmente charmosos podem ser apreciados no interior paulista, a pouco mais de 300 km da cidade de Campinas. Localizado no município de Cunha, o Lavandário ostenta uma paisagem repleta de romantismo e elegância, ideal para passeios de inverno.

São mais de 40 mil pés de lavanda situados em uma região montanhosa com vista privilegiada para a Serra do Mar. O panorama é de encher os olhos: as cores vibrantes das plantações, que variam do lilás ao azul dependendo do ângulo e da intensidade da luz solar ao longo do dia, se misturam ao perfume singular das pétalas, proporcionando uma experiência sensorial marcante. O cenário sublime e altamente instagramável atrai turistas sobretudo no final da tarde, para acompanhar o pôr-do-sol entre as montanhas floridas. Nesse horário, os campos viram prato cheio para selfies e ensaios fotográficos – esses devem ser agendados com antecedência pelo site.

 

 

Não é permitido realizar piqueniques no gramado, mas o público pode fazer uma boquinha no simpático café que compõe o visual bucólico. No cardápio, delícias gastronômicas preparadas com lavanda despertam o apetite e a curiosidade. As flores são as protagonistas do estabelecimento até nos cupcakes, sorvetes e chás produzidos por lá.

Já para aqueles que estão em busca de momentos de bem-estar, é possível reservar previamente um horário no spa do Lavandário. Por um valor adicional, os visitantes têm acesso a sessões de massoterapia com óleos essenciais extraídos e destilados no local. Os preços variam de R$ 60 a R$ 220 para sessões entre 20 e 45 minutos. Para quem deseja levar um pouco dessa experiência relaxante para casa, na lojinha desse refúgio estão à venda sabonetes, cremes, colônias com fragrância de lavanda, além de peças de cerâmica e bolsas com estampas florais.

Esse oásis roxo fica aberto para visitação de quinta a domingo, das 10h às 16h30, e os serviços encerram com o pôr-do-sol. Visitas particulares em carros de passeio não necessitam de agendamento prévio. Os ingressos individuais custam R$ 15 e devem ser obtidos diretamente na portaria. Idosos têm direito a meia-entrada e crianças com até 12 anos de idade não pagam ingresso.

Clima de aventura e descoberta no Sítio do Carroção

Clima de aventura e descoberta no Sítio do Carroção

Sítio do Carroção, no interior de São Paulo, recebe crianças durante as férias de julho com inúmeras atividades ao ar livre e de puro conhecimento.

O Sítio do Carroção, um acampamento localizado em Tatuí, a 120 km de Campinas, chegava a receber 300 alunos por dia para atividades extracurriculares antes da pandemia. Ao longo de 2020, o local passou por adaptações e reabre com passeios educativos e divertidos para as crianças, além de uma experiência de descanso para os adultos.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Nas férias de inverno, crianças e adolescentes de 5 a 16 anos podem explorar o maior aquário de água doce do Brasil, com 180 mil litros de água alimentados por duas cachoeiras. Nele vivem tucunarés, cacharas, piranhas, cascudos e muitas outras espécies de peixes. No Sítio, os pequenos ainda podem se divertir em trilhas cinematográficas e em verdadeiro estilo “Indiana Jones”, com bússolas e mapas em busca por tesouros perdidos, além de terem a chance de descer em alta velocidade por um tobogã com 103 metros, que passa por dentro de uma caverna. Destaque também para a experiência única de avistar um esqueleto de um enorme Tiranossauro Rex no parque paleontológico do local.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

As atividades foram ajustadas com menor capacidade – agora cada grupo pode ter até 18 pessoas – uso de máscara obrigatório e uma equipe médica sempre disponível. Fora da temporada de férias escolares, os pais também podem se hospedar no Carroção. São 25 quartos confortáveis e uma área externa com piscina, onde são servidos drinques. O restaurante do sítio apresenta um menu à la carte que remete aos sabores do Brasil, da Itália e do Mediterrâneo, e a adega inclui rótulos das principais vinícolas do mundo.

O Sítio do Carroção opera com o sistema all inclusive. Os hóspedes contam com cinco refeições diárias, acompanhamento de monitor 24h, translado de São Paulo, jogos e festas temáticas.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação