fbpx
logo
logo

Da história às melhores receitas, conheça mais sobre o gim, bebida adorada pelos brasileiros

por | jul 15, 2021 | Bebidas, Comida & Bebida | 0 Comentários

Sucesso nos melhores bares de São Paulo, a bebida caiu no gosto dos brasileiros, mas ainda faltam informações para boas experiências.

O gim originou-se na Holanda e foi aprimorado na Grã-Bretanha. Na última década, o consumo global da bebida ressurgiu. Em todo o mundo, gins produzidos localmente viraram tendência devido ao interesse do consumidor em fabricantes menores de produtos artesanais, de características exclusivas. Porém ainda rondam muitas dúvidas a respeito da bebida, a seguir respondo algumas delas.

 

Foto: Toni Cuenca | Pexels
  • Save

Foto: Toni Cuenca | Pexels

 

Como encontrar um bom gim?

Para identificar um bom gim, sugiro degustar a bebida pura (sipping) ou com 50% de água. Um bom gim em sua forma pura possui sabor suave e prazeroso, sem “queimadura” ao degustar. Quanto maior a pureza do álcool, mais balanceada e agradável será a sensação ao paladar, deve ser sutil.

Primeiro, cheire o “perfume” do gim para detectar os aromas. Em seguida, tome um pequeno gole prestando atenção à pureza do álcool. Quais sabores você sente? Quais são as notas finais?

A harmonização e combinação dos botânicos do gim são feitas como em perfumes e promovem sensação similar – é agradável e intrigante ao mesmo tempo. A escolha das matérias-primas tanto de um gim, quanto de um perfume, garantem suas singularidades. A sofisticação e qualidade da embalagem agregam valor ao produto e podem também indicar a qualidade da bebida.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

 

Como escolher entre tantas opções?

A composição é importante. O gim é o resultado da destilação ou infusão de álcool com uma variedade de botânicos, embora o zimbro deva ser predominante. O sabor resultante é uma associação da pureza do álcool com o equilíbrio dos sabores botânicos.

Depois do zimbro, os principais estilos de sabor são classificados nos seguintes grupos: cítrico, especiado, herbáceo, floral e frutífero.

A qualidade dos ingredientes e a sua procedência e pureza, aliadas à produção assistida, são essenciais para que se obtenha um bom gim. E, como o vinho, o melhor gim é sempre aquele que o seu paladar mais aprecia.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

 

Drinques em casa

O coquetel mais comum feito com gim é o Gin&Tonic. Mas as possibilidades são muitas.

 

Gin&Tonic - Foto: Divulgação
  • Save

Gin&Tonic – Foto: Divulgação

 

Um bartender experiente pode criar uma variedade de experiências sensoriais muito além do G&T. Eis alguns dos ótimos coquetéis que podem ser preparados em casa:

Bees Knees: Gim, suco de limão, mel

Tom Collins: Gim, suco de limão, xarope, água com gás

Basil Smash: Gim, suco de limão, xarope, folhas de manjericão

Juliet & Romeo: Gim, folhas de menta, três fatias de pepino, suco de limão, xarope, sal

Frank O’Hara: Gim e licor Strega

 

O Frank O'Hara - Foto: Divulgação
  • Save

O Frank O’Hara – Foto: Divulgação

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap