fbpx
logo
logo

Pico das Cabras: viaje pelo espaço sem sair de Campinas

por | jun 22, 2021 | Coluna, Passeios, Turismo | 0 Comentários

Pico das Cabras é o lugar ideal para curtir um lindo pôr-do-sol e admirar com nitidez as estrelas e planetas do céu, por meio dos possantes telescópios do Museu Aberto de Astronomia.

Localizado a 30 km do centro de Campinas, já quase no município de Morungaba, o Pico das Cabras é um parque que fica a uma altitude de 1.080 metros acima do nível do mar, na pequena cadeia de montanhas que formam a Serra das Cabras. O parque, com 1 milhão de metros quadrados, tem várias trilhas que levam à floresta, ao borboletário, ao formigário e às bonitas formações rochosas que fazem sucesso no Instagram – principalmente entre aqueles que curtem fazer retratos românticos durante o pôr-do-sol. Dessa área onde ficam a Pedra da Águia e a Pedra Mór, em dias mais claros dá para avistar as cidades de Itatiba, Jundiaí e Morungaba.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

 

O Pico das Cabras é um espaço muito usado para pesquisas sobre a riqueza da flora e da fauna da região (mais de 862 espécies já foram catalogadas ali) e para filmagens, shows musicais e até festas de casamento. Mas a atração principal do local é o Museu Aberto de Astronomia (MAAS). Em outros tempos conhecido como Estação Astronômica de Campinas, o museu abriga um planetário que faz projeções das estrelas em um domo de 12 metros de diâmetro, um jardim com esculturas de deuses e figuras mitológicas ligadas à Astronomia e telescópios onde é possível observar com absoluta nitidez os satélites de Júpiter e os anéis de Saturno.

Na área dedicada ao Sol, dá para ter impressionantes visões em tempo real da estrela que nos aquece e nos ilumina. O telescópio equipado com filtro H-Alpha, capaz de bloquear 99,9% da radiação solar emitida pelo astro-rei, permite observar ao vivo as protuberâncias solares que ocorrem em sua superfície, a Fotosfera. E, no Celóstato, por meio de um conjunto de espelhos acoplados a um telescópio, a imagem da fotosfera solar é projetada em uma tela dentro do Solário, possibilitando que os visitantes admirem as proeminências solares em um ambiente escuro e climatizado. A apresentação é complementada por explicações sobre a dinâmica do Sol, a formação de manchas solares e suas características físicas e orbitais.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

 

No Espaço Atlas, um Sistema Solar mecânico fica permanentemente em exibição, com todos os planetas realizando suas órbitas em torno do Sol, cada um com sua velocidade própria. Outra mostra em cartaz revela segredinhos da Lua, o nosso Satélite Natural. A exposição aborda os eclipses, os ciclos lunares e as missões humanas à superfície lunar, dentre outros aspectos desse corpo celeste.

Por fim, para quem sentir fome, o parque tem uma lanchonete simples, com pães de queijo, sanduíches, salgadinhos, água, sucos e refris.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap