fbpx
logo
logo

Conheça o “Stay Charlie”, um novo jeito de se hospedar em São Paulo e Porto Alegre

por | jun 1, 2021 | Coluna, Hospedagem, Turismo | 0 Comentários

Startup apresenta soluções para uma hospedagem completa e flexível, além de potencializar venda de imóveis.

As casas não são mais apenas para descanso, hoje as residências se transformaram em escritório, academia, escola e lazer. A monotonia das quarentenas prolongadas fez crescer a busca por hospedagens em diferentes lugares e a tecnologia já acelera e descomplica aluguéis em diversas cidades pelo mundo. Nesse cenário, o Charlie – uma startup com o propósito de reimaginar a hospitalidade – mescla as praticidades do hotel com o conforto de casa, oferecendo uma experiência de estadia e serviços sob demanda para curta, média e longa duração.

 

Apartamento do Charlie, com sala e cozinha equipadas, em São Paulo - Foto: Divulgação
  • Save

Apartamento do Charlie, com sala e cozinha equipadas, em São Paulo – Foto: Divulgação

 

Os apartamentos – atualmente em São Paulo e em Porto Alegre – são mobiliados e dispõem de inovações que facilitam o dia a dia do hóspede e morador. As opções contam com TV a cabo e internet sem fio de alta qualidade, cozinha equipada, além de um serviço de concierge inteligente, o Charlie, disponível durante 24 horas, que oferece informações sobre a cidade, entre outras indicações. “Ampliamos as experiências que costumam ser oferecidas em hotéis, a limpeza e o café da manhã são sob demanda, e possibilitamos refeições e kits, como para cinema e queijos e vinhos, à parte”, explica Allan Sztokfisz, CEO do Charlie.

Os valores das diárias e mensalidades variam de acordo com a localização, estrutura do prédio e design dos apartamentos. Para locações entre 30 e 90 dias, o cliente deve assinar digitalmente um contrato de temporada. A partir de 90 dias, um contrato de locação é exigido por lei, mas sem imposição de tempo mínimo de permanência. “No Charlie, o hóspede pode, realmente, ficar pelo tempo que desejar, não existe limite, a flexibilidade é muito importante. Não é necessário fiador ou seguro fiança, apenas o pagamento mensal pré-pago e uma análise prévia de crédito.”

As facilidades também são oferecidas para investidores e incorporadoras. A startup atua em parceria com a incorporadora desde a definição de qual produto será oferecido até o suporte de vendas em estandes e a operação das locações. “É uma solução completa, que agrega valor ao empreendimento. Para a incorporadora, é importante que seus clientes lucrem com a compra de seus imóveis, e o proprietário só terá o valor da taxa de administração descontada dos aluguéis arrecadados e não pagará ao Charlie nada a mais por isso”, conta. A taxa de administração inclui todos os serviços prestados pela empresa, que vão desde a preparação da unidade – que podem incluir reformas e organização geral – manutenção dos imóveis, até os trâmites de locação em si.

 

Foto: Divulgação
  • Save

Foto: Divulgação

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap