logo
logo

Fundador da BBL, Leo De Biase é um dos maiores nomes dos eSports no Brasil

por | fev 3, 2020 | Negócios, Pessoas | 0 Comentários

Trabalhar com o que ama e ter sucesso com isso. Esse é o caso de Leo De Biase, CEO da ESL Brasil e fundador da BBL. Apaixonado por games, o empresário é um dos principais nomes nos eSports do Brasil, mas para atingir esse status foi necessário superar desafios e trabalhar duro.

Leo De Biase, CMO da BBL. Foto: Divulgação

Leo De Biase, CMO da BBL. Foto: Divulgação

Seu ingresso no mercado de jogos se iniciou na Monkey, em 1998. De cliente ele se tornou funcionário e a partir daí virou um dos principais nomes à frente da lan house, criando campeonatos e ajudando-a a se tornar uma rede de expressão, com 60 lojas. Seguiu-se um período em que Leo trabalhou em várias empresas, como Level Up!, Big Point (desenvolvedora alemã de jogos) e Nvidia, até que ele recebeu o convite para se tornar o tornar CEO da ESL, maior produtora de conteúdo dos eSports do mundo.

Durante essa fase, ele quebrou barreiras, desenvolvendo uma modalidade ainda desconhecida no Brasil. “Na Nvidia eu pude ser um fomentador dos eSports no país, mas também enfrentei desafios, porque era um mercado novo, então havia um grande receio em investir nele”, relata.

Na ESL, ele voltou a empreender e decidiu não parar mais. Ao lado de seu amigo, Nando Cohen, fundou a BBL, em 2018. Responsável pela transmissão e realização de diversos campeonatos, a empresa construiu sua própria arena e precisou de pouco tempo para se tornar a maior holding de entretenimento para os eSports, conquistando mais de 3 mil horas de transmissão online desde sua criação. Começou com trinta funcionários e hoje conta com um time de cem colaboradores.

“Eu busco constantemente desenvolver o ecossistema, mudar a mentalidade e apresentar novos business plans. O mercado no Brasil vem se desenvolvendo muito e estou empolgado com o que ainda podemos criar”.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *