logo
logo

A galerista Jaqueline Martins abre seu primeiro espaço físico fora do Brasil

por | nov 16, 2020 | Cultura, Exposições, Pessoas & Ideias | 0 Comentários

Com galeria na Europa, Jaqueline Martins acredita que é preciso continuar trabalhando para transformar utopias em ação

  • Save

 

A galerista Jaqueline Martins enxerga seu trabalho como a capacidade de dar lugar aos artistas, dispondo para o mundo suas vozes, suas emoções e seus pensamentos. “É sobre materializar as ideias concebidas por eles, fazendo com que o máximo de pessoas acesse”, explica. A paulistana abre seu primeiro espaço físico fora do Brasil. Sua galeria, agora, tem filial em Bruxelas, na Bélgica, escolhida pela localização estratégica na Europa e forte tradição às artes visuais. 

Levando artistas brasileiros a feiras internacionais diversas vezes ao ano, Jaqueline conta que sempre teve o desejo de expandir as exposições. Mas queria algo que fosse a longo prazo, para conectar verdadeiramente a arte daqui à cena europeia”, afirma. Foi assim que chegou a Bruxelas, que está perto de grandes capitais, como Berlim, Paris e Londres, e carrega em sua história o interesse pelas artes e o colecionismo.  

A pandemia proporcionou a pausa necessária para avaliar o trabalho na galeria de São Paulo, fundada em 2011, e se preparar para a internacionalização. “Foi o momento de olhar para dentro, estudar com mais atenção nosso acervo e refletir sobre como nos comunicávamos”.  

A galeriaque leva seu nomerealizou duas exposições online em junho e manteve uma agenda ativa de encontros virtuais com curadores e artistas. “Tínhamos o hábito de buscar pelo novo de forma incessante, o que mudou com a pandemia. Temos em nosso espaço o pilar da pesquisa e da documentação, vamos levar essa base para a filialpropondo também outras práticas artísticas, como moda, teatro e audiovisual”.   

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link
Powered by Social Snap