logo
logo

Viagem na pós-pandemia: Redescubra o grande prazer de viajar

por | ago 27, 2020 | Coluna | 0 Comentários

Após mais de cinco meses em casa, merecemos redescobrir o prazer de viajar de fim de semana, sem neuras e sem elevadores

É curioso como a percepção da Covid-19 foi mudando conforme o tempo passou. Tenho certeza de que o assunto foi recorrente para todos nós e, se assim podemos dizer, toda essa situação nos fez valorizar novamente os conceitos mais do que os detalhes. Acho que estávamos mal acostumados, talvez até blasés e confundindo rotina com prazer.

No meu caso, sempre viajando tanto a trabalho quanto a lazer, a ideia de qual seria meu desejo de destino assim que acabasse essa loucura foi se modificando ao longo do extenso confinamento. Quanto mais o tempo foi passando mais fui encurtando a distância que separa minha casa do meu provável destino da primeira viagem pós-pandemia.

Descobri, ou melhor, redescobri que o grande prazer está no estado de espírito e na sede de provar uma ou outra sensação como o sol, o vento e os pés na areia com o azul do mar à frente. Visto que estamos trancados desde março e que essas primeiras escapadas ainda serão no inverno, resolvi optar pelo sol ameno e pela luz maravilhosa que nosso inverno paulista oferece à beira do mar. Afinal, estamos carentes de poder andar no sol e ao ar livre sem elevadores.

Passo aqui alguns exemplos de lugares próximos a São Paulo que estão na minha lista de escapadas de praia e que pedem pouquíssimo tempo de viagem (até 2 horas).

Vale ressaltar que é bom reservar com antecedência, por causa da demanda reprimida do momento, além da capacidade de atendimento ainda reduzida em função das medidas de prevenção da pandemia.

Para mim, mar em São Paulo significa litoral norte sendo que minhas praias preferidas desse trecho da Rio-Santos são também as menos distantes .São elas a Praia do Engenho, na Barra do Una, Juquehy e Barra do Sahy . Porém se a busca for praticar surf, a única indicada é Juquehy, já que as outras têm um mar mais tranquilo. Nessa época o clima da região é um luxo. Nunca chove e a luz de inverno deixa as cores do céu, do mar, da areia e das flores ainda mais lindas.

Boas opções de hotelaria é o que não falta e basta procurar a opção que cabe no seu sapato. Eu conheço e gosto do hotel Aldeia do Sahy (Barra do Sahy) e do Juquehy Praia Hotel (em frente ao mar). Os dois são bem confortáveis e tem ótimo serviço. Uma dica que faz a diferença é tentar passar por Bertioga (a meia hora do destino na ida) ainda em tempo de almoço. Ali, na própria Rio-Santos, pare no restaurante Dalmo o Bárbaro e peça a famosa salada de palmito desfiado e o imperdível prato de mariscos no molho de tomate.

A uns 40 km mais adiante, no sentido São Sebastião se encontra a linda Praia de Toque Toque Grande, onde fica um hotel boutique altamente recomendado por todo mundo que passa por lá. Cravado entre o verde da Mata Atlântica e o azul do mar, o Ilha de Toque Toque Boutique Hotel e Spa é perfeito para casais em busca de sossego, cuidados corporais e total relax. Cada suíte conta com varanda e piscina ou ofurô privativo. Trés chic! O Spa é da l’Occitane, o que denota a qualidade do serviço. É claro que não é para crianças e se quiser pisar na areia tem que fazer um lindo passeio de 15 minutos. Se optar por essa sugestão (que também é a mais cara), aconselho ir por Caraguatatuba (rodovia dos Trabalhadores), fica mais rápido.

O mais importante é termos a capacidade de rever alguns conceitos que andavam meio que banalizados e fazer com que a experiência que vivemos nesses meses possa se reverter em ideias e positividade. O momento é propício para se desprender de padrões de consumo passageiros e focar naquilo que realmente nos dá prazer. Aproveite. Até!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *